Inspiração

Desafio Wanderlust por Vitória Cabral

“Wanderlust” foi uma das primeiras palavras que tatuei no corpo, aos 18 anos. Palavra alemã, significa basicamente vontade de viajar. Descreve um forte de desejo de caminhar rumo ao novo, ir a qualquer lugar, conhecer tudo que há. Wander: caminhar. Lust: desejo. Tornou-se um termo bem famoso ultimamente, mas para mim sempre foi um pouco mais do que isso. Sempre foi algo referente à essa sensação estranha que volta e meia me leva a sair por aí com mil ideias na cabeça e uma mochila nas costas. Wanderlust tem muito de estilo de vida. Coisa de cada um.

Por essa ser uma palavra com um significado pessoal muito forte, fiquei bem feliz quando fui indicada pelas lindas Bel e Elisa, do Viajandinhas para fazer o desafio Wanderlust, respondendo algumas perguntinhas sobre viagens no geral. Responder tudo isso me trouxe lembranças maravilhosas! Confira.

Perguntinhas

1. Quando e para onde ia o seu primeiro avião?

Meu primeiro avião não tinha bem um destino. A primeira vez que voei foi num Cessna Caravan, para saltar de paraquedas. Ou seja, eu fiquei um tempo sem saber como é o pouso de avião, porque meu primeiro vôo não teve pouso! (#louca)

Wanderlust

Inclusive, saltar de paraquedas foi uma das melhores coisas que fiz na vida. Talvez não pela adrenalina, mas sim pela vista e pela sensação de estar solta no céu, que é bem diferente de quando estamos na avião. Saltaria todos os dias se pudesse!

2. Para onde já foi e gostaria de voltar?

Bogotá. Na Colômbia descobri que a visão que você tem de um país nunca está certa enquanto você não conhece realmente esse país. Bogotá me surpreendeu muito e todos os dias me lembro daquele lugar.

Wanderlust

“Viajar é a única coisa que você compra e que te deixa mais rico”. Existe verdade maior que essa?

3. Você está viajando amanhã e dinheiro não é problema. Para onde você iria?

Índia, Indonésia e Vietnã. Na verdade, eu faria todo o sudeste asiático sem pensar duas vezes. Mas queria passar por cada lugar sem ter data pra ir embora e só ir para o próximo quando eu sentisse vontade. Outro lugar que eu não deixaria de conhecer nem em um milhão de anos é a Nova Zelândia!

4. Método preferido de viagem: avião, trem ou carro?

Wanderlust

Avião!! Gosto bastante de carro também, mas a paisagem do trajeto precisa valer muito a pena. Existe coisa mais gostosa do que viajar pelo litoral de carro e ir parando pelo caminho para tirar fotos nas paisagens mais legais?

5. Site preferido de viagens?

Todos os dias (sim, todos os dias) eu vejo o 360 Meridianos. Acho um site bem completo no sentido que trata de destinos não tão desconhecidos, além de também ter aquelas dicas de lugares mais famosos. O Um Viajante também é um dos meus preferidos, o Robson arrasa nas fotos! Para planejamento, uso bastante o Skyscanner, seguros de viagem da Real e o Viaje na Viagem.

6. Para onde você viajaria só para comer a comida local?

Wanderlust

Itália né, gente?! Também dizem que a comida tailandesa é surreal, mas não sei se essa seria minha resposta final. No fim das contas, acho que eu faria um tour pelo Brasil, com paradas certas em Minas, Bahia e São Paulo. Vamos combinar, né?…

7. Você sabe seu número de passaporte de cabeça?

Sim! E sei falar ele de trás pra frente rápido também. Coisas de quem fica constantemente sem nada pra fazer no aeroporto, rs.

8. Você prefere o assento do meio, corredor ou janela?

Janela! Tenho um costume meio tradicional de querer ver o pouso quando chego em um lugar novo, observar a cidade de cima. Tudo isso junto ao super poder de nunca sentir vontade de ir ao banheiro no avião. Eu nasci pra sentar na janela!

9. Como você passa o tempo quando está no avião?

Geralmente vejo filmes ou converso com a pessoa que está do meu lado. Já conheci uma galera desse jeito, além de ter ouvido umas histórias bem legais. Em um desses vôos da vida, conheci um cara de 60 anos que estava indo reencontrar uma namorada da época de adolescência, depois de 40 e poucos anos sem vê-la. Eles haviam casado com outras pessoas, ficado viúvos e se reencontrando por causa da internet (!!!). Começaram a namorar a distância e estavam para se encontrar depois de todo esse tempo. Irado, né?

10. Existe algum lugar para onde você nunca mais voltaria?

Wanderlust

Não. Na verdade, passei por uns lugares bem bizarros, mas de alguma forma eu sempre estava com alguém que acabou tornando a experiência engraçada. Sendo assim, todos os lugares que visitei tornaram-se especiais para mim de alguma forma.

Indicados

Feito isso, desafio o Bernardo e a Mirela, do Melhor Viajar e a Raíssa, do Leve & Solta.

Desafio você também! Para onde você iria amanhã se dinheiro não fosse o problema? Conta pra mim nos comentários!

Beijo!

Vitória Cabral

Adepta da mochila e da liberdade simplesmente porque viajar é muito mais que algo para se fazer nas férias. Viajar é vivência, experiência, cultura e estilo de vida.

More Posts - Website

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *