Dicas de viagem, Planejando sua viagem

Seguro viagem: será que é realmente necessário?

Seguro viagem: quando comecei a viajar, muitos amigos me aconselhavam a fazer. Confesso que eu achava meio desnecessário, um gasto a mais, algo que eu não ia precisar efetivamente. Mas a importância de algumas coisas a gente só entende com a necessidade, não é? Foi em Buenos Aires que eu precisei do tal seguro. Tive que enfrentar uma burocracia tremenda para poder ser atendida e ainda tive que contratar o seguro viagem em cima da hora. E olha que o idioma nem é tão difícil de entender! Imagina se eu estivesse no Japão? Nunca mais. Hoje, o seguro viagem tem uma etapa especial no meu planejamento de viagem. Nunca se sabe!

Seguro viagem é obrigatório?3

O seguro viagem é obrigatório?

Dependendo do seu destino de viagem, o seguro é obrigatório sim! Na Europa, por exemplo, ao ingressar no país (ainda que seja só para turistar), você precisa apresentar o comprovante de contratação do seguro. A obrigatoriedade do seguro tornou-se real após o Tratado de Schengen. Desde então, você precisa obter o seguro para ingressar nos seguintes países:

Seguro viagem é obrigatório?

Dito isso, é sempre importante pesquisar sobre os documentos obrigatórios para poder entrar no seu país de destino, já que esse é o tipo de imprevisto que ninguém merece ter em sua viagem, né?

Em alguns outros países o seguro não é obrigatório, mas como eu sempre digo: você quer pagar pra ver? Temos aquele costume chato de achar que as coisas não irão acontecer com a gente, até que acontecem. O sistema de atendimento público em outros países difere bastante do nosso, sistematicamente falando. Consultas médicas custam o olho da cara e em alguns lugares você precisa passar pelo médico até para comprar analgésico.

Como funciona o seguro viagem?

O seguro viagem funciona como seu plano de saúde temporário no exterior, cobrindo questões médicas no geral. Dependendo do plano, é possível que ele te auxilie também com extravios de bagagem, acidentes, assuntos jurídicos e assistência odontológica. Todas as especificações de cobertura e prazo são listadas no momento de contratação do plano. Em alguns países é obrigatório o seguro para o ingresso no país, então é bom se informar sobre o destino escolhido.

Por que contratar o seguro viagem?

Independente do seu tipo de experiência ou estrutura física, um acidente pode acontecer a qualquer viajante. Não é pessimismo, só realismo. Dependendo da gravidade do problema que vier a acontecer, o custo do tratamento no exterior pode ser exorbitante! Como eu já disse, o seguro também dá suporte para algumas outras questões, como remarcação de passagem, extravio de bagagem, assistência jurídica e repatriação de corpo em caso de morte. Será que vale a pena correr o risco?

Contratando o seguro

Existem alguns pontos importantes a serem avaliados na escolha da sua seguradora. Vale a pesquisa para saber do valor da cobertura; os países cobertos diretamente pelo plano; serviços extras, como extravio de bagagem, assistência jurídica e odontológica, seguro de vida, etc; repatriação, tanto em caso de emergência quanto em caso de morte; doenças crônicas e já existentes, para caso você já tenha alguma doença, existem alguns planos que não cobrem tratamentos de doenças pré-existentes em outros países; caso vá viajar com bens materiais muito caros, pesquise a cobertura contra roubos ou furtos; o processo de reembolso; a lista do que não é coberto pelo plano e principalmente, a avaliação da seguradora por outros clientes.

Escolhido seu plano, é hora de ler o contrato e analisar com atenção todas as cláusulas. A maioria das seguradoras possibilitam a contratação dos planos apenas pela internet, com segurança e agilidade.

Fique atento e contrate o plano que melhor se encaixa nas suas necessidades! Alguns seguros, por exemplo, cobrem atendimento especial para pessoas que praticam esportes como montanhismo, gestantes e pessoas que fazem viagem por terra.

Apólice

Depois da contratação, você irá receber a apólice do seu seguro por e-mail, juntamente com um guia do seguro contratado. É esse documento que você vai precisar apresentar na imigração, caso seu país de destino tenha o seguro como obrigatoriedade. Independente do destino, mantenha a apólice com você para caso de emergências.

A seguradora que eu sempre uso para viajar é a Real Seguros. Confio bastante neles e o atendimento é ótimo! Tem cupom de desconto do blog para contratar. Só clicar no link!

Inclusive, eles têm uma página de F.A.Q, onde respondem suas principais dúvidas sobre a contratação do seguro, bem como acionamento, coberturas e cancelamentos. Clique aqui para conferir.

Em caso de necessidade, para acionar o seguro, você deve ligar para os telefones de emergência que as seguradoras passam após a contratação do plano escolhido. Na ligação, eles te indicam o local mais próximo para que você se dirija e solicite a consulta médica. Algumas seguradoras possuem atendimento via Whatsapp também!

Pronto! Agora é só curtir sua trip!

Beijo!

Seguro viagem geral 728x90
————————————————————————
Este artigo faz parte do especial “Planejando sua viagem

Vitória Cabral

Adepta da mochila e da liberdade simplesmente porque viajar é muito mais que algo para se fazer nas férias. Viajar é vivência, experiência, cultura e estilo de vida.

More Posts - Website

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *